sexta-feira, 3 de setembro de 2010

00:59

Palavras Incompletas


A incompetência da palavra a falta de compreensão.
O medo da ação e a argumentação da paixão.
De que adianta tanta pose?
De que adianta tanto status?
Se quando te vejo eu tremo, me desespero.

Te procuro, te curo a dor.
Te faço rei, te faço ator.
Conto histórias, te faço sonhar.
Mas com quem?
Comigo?
Ou com as palavras?

A noite sua deusa, sua fada , sua dor ...
Nos dias que me resta apenas uma flor.
Sou sua amada apenas uma dor... que me cega, que me resta?
Apenas tua dor ...

Quero ser mais do que isso quero ser o seu amor !





0 comentários:

Postar um comentário