sexta-feira, 15 de outubro de 2010

02:43

Triste Fim ...

Fiquei a pensar esses dias no fim da vida, deitada a olhar as nuvens que vem e vão, pensei em tudo em como eu iria morrer, e como seria enterrada, e o que estaria escrito em meu epitáfio...
Então ri de tudo!
Oras, mas que boba eu, pensando nessas coisas ... O silêncio calou-me, pus a pensar no valor da minha vida,
nas coisa que fiz ou deixei de fazer, nas aventuras, nas carícias, nos abraços, nos beijos ...
Percebi que se morresse naquela hora seria o ser mais sem sorte e solitário do mundo, passaria dias ali até alguém sentir minha falta ...
Não esperei nem a lágrima cair, me coloquei de pé, firme e dura, me obriguei a parar de tolices, então comecei caminhar, fui sem rumo até o fim da estrada, caminhei horas sozinha, sem ninguém ao meu lado,
só o vento e eu, e por sinal vento frio e duro, já não sentia nem minhas pernas quando me pus a chorar.
Já não tinha mais forças para lutar contra aquilo que vinha de dentro de mim ... 
Pedi para morrer, mas infelizmente não fui atendida.
Adormeci ...
E até hoje não sei se foi sonho ou realidade, só sei que nunca mais quero acordar assim !!

0 comentários:

Postar um comentário