quarta-feira, 24 de novembro de 2010

23:21

Seize the Day ...

''.. Seize the day or die regretting the time you lost .. "


Ser feliz é hoje, não há o que se queixar.
O mau já foi feito basta se conformar,
Eu não queria te deixar mas é assim que as coisas são,
Não posso continuar assim.
Os meus medos continuam os mesmo, mas hoje não vou mais sofrer por eles,
Porque descobri que posso sorrir sozinha, sem sua sombra.
Não sei se isso é para sempre mas quero tentar, 
Por mim, pela minha vida frágil e mortal.
Quero abrir minha asas e voar pra longe daqui,
Sentir que sou melhor que você, que posso sonhar.
A chuva está forte mas logo irá passar, porque o sol sempre nasce.
A noite me da vida nova,
Mas pela manhã junto ao sol eu ficou mais calma leve .. como se o vento pudesse me fazer voar ..
entro em contato com aquilo que é divino, e me sinto bem por hoje.


".. a melody, a memory, or just one picture .."


Junto dos meus pensamentos e divagações, 
Bem perto de um recomeço,
Não sei se tenho forças sozinha estou tão presa ao passado,
Mas vou continuar seguindo o meu novo caminho sem você.
Eu sofro também, não chore isso passará,
É algo que precisamos fazer, não nos pertencemos mais.
Nós somos jovens, isso é verdade então siga o seu caminho também,
Pois agora é cada um por si.
Vamos aproveitar o que ficou de bom em nós fora ambição,
Me dê sua mão vamos passear, vou te explicar as coisas.
Quero que seja feliz e eu quero ser feliz também,
Você entende o que estamos passando?
Vamos nos permitir.


".. Will you take a journey tonight, follow me past the walls of death?
But girl, what if there is no eternal life? .."

Ela não existe para nós,
Nunca existiu.
Mas foi tão real quanto o céu é azul,
Foi tão forte quanto um furacão.

".. So, what if I never hold you, or kiss you lips again?
So I never want to leave you and the memories for us to see
I beg don't leave me .. "

Vou sentir também, eu já disse mas não posso mais.
Faz parte da vida algo novo começa e outro termina.
Sempre estive sozinha ao teu lado, então nada mudará,
Tudo mudará.
Mas é melhor assim.

"(Silence you lost me, no chance for one more day)"

... Aproveite o dia ou morra lamentando o tempo que você perdeu ...
... Seize the day or die regretting the time you lost ...

* Inspirada na música Seize the Day do Avenged Sevenfold *

terça-feira, 23 de novembro de 2010

21:46

Desespero ...

Estou do outro lado da porta, do outro lado de tudo, na reflexão de uma vida inteira, num abismo sem fim, perdida e sozinha com medo do mundo, encontrar uma saída e escapar, me afogar e acabar com tudo.
Do outro lado tudo é escura, tudo é desnudo, tenho medo de acordar, tenho medo de dormir, talvez seja assim para o resto de tudo que sinto, num soluço, num abraço e no cansaço de esperar tudo passar ... 
Tudo acabar !

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

01:24

De pernas para o ar ...

-Não sinto minhas pernas mais ..
Tudo está suspenso, com uma viagem sem fim.
As estrelas do meu céu já param de brilhar,
Tudo parece tão abstrato ..
Num vai e vem profundo,
As cores, os amores .. A música de fundo,
Não quero dormir, já nem sei que horas são,
Quero dançar ..
As palavras bailam no ar, que céu mais lindo.
Vejo tudo girando devagar, e vai acelerando a cada minuto,
É tudo muito louco ..
Gargalho gostosamente ..
Filosofo o tempo.
-E as borboletas?
-Que borboletas?
-As roxas, verdes, amarelas ..
-Quem é você?
-Você!
-Eu?
...
-O silêncio me devora, me diga quem é você?!
-Sou sua inspiração.
-Que bom que você voltou .. Senti sua falta.
Da próxima vez deixo a porta aberta ..
-Já estou indo!
-Não vá, fique .. ?
- ...
-Não me digas não, nem sim pra eu não ficar ansiosa .. Só fique em silêncio ..
Veja as borboletas .. São lindas não? ..


...

domingo, 14 de novembro de 2010

18:31

O preço da distância ...

Tudo passa a ser muito caro quando a ausência está presente,
Contas de telefone, horas em frente ao computador relendo e-mail's.
Tudo é saudade ...
A falta daquele abraço em especial, aquele sorriso singular,
O colo a me ninar, indubitavelmente sofro por você não estar aqui.
Quero teu sossego de volta, teu beijo doce, quero você perto das minha mãos,
Estar em tua órbita, no teu continente, marcando a mesma hora no relógio central.
Quero teus conselhos de amigo, e ciúmes de namorado,
O que fomos um para o outro?
Ainda não sei ... Nunca saberei.
Mas quero você de volta !
Ao meu lado como amigo ou o que for ...
Volta?

terça-feira, 9 de novembro de 2010

00:20

Inclinação ...

Meus erros, meus medos todos eles contra mim, todos na minha frente me cobrando me julgando.
Eu me sinto atada a eles, morta junto deles ...
Mas eu estou pronta para recomeçar !! 

quinta-feira, 4 de novembro de 2010

04:50

Epitáfio ...


E se a vida foi um grande erro ...

Se a morte não for tão ruim assim?
Ela nunca me pareceu tão doce como agora ...
... tão quente ... ... tão plena ...
... tão fria ... 

Se eu morrer agora, será que vão sentir minha falta?
E o que vão dizer?

 - Que dó era tão bobinha aquela menina.
 - Ela era uma louca, falava de mais, acreditava em coisas impossíveis.
 - Amou de mais, e pouco fez.
 - Acreditou nas pessoas. 
 - Era triste e mau humorada.
 - Me dava pena ...

Será que choraram por mim?
Me mandaram flores e pesares?
Alguém irá ao meu velório ou se quer ao meu enterro ?

As vezes gostaria de saber ...

"Aqui jaz :
A Mulher, que Amou, Lutou e Viveu ... Que foi do drama à comédia, que fez de sua vida uma eterna poesia."