sexta-feira, 19 de novembro de 2010

01:24

De pernas para o ar ...

-Não sinto minhas pernas mais ..
Tudo está suspenso, com uma viagem sem fim.
As estrelas do meu céu já param de brilhar,
Tudo parece tão abstrato ..
Num vai e vem profundo,
As cores, os amores .. A música de fundo,
Não quero dormir, já nem sei que horas são,
Quero dançar ..
As palavras bailam no ar, que céu mais lindo.
Vejo tudo girando devagar, e vai acelerando a cada minuto,
É tudo muito louco ..
Gargalho gostosamente ..
Filosofo o tempo.
-E as borboletas?
-Que borboletas?
-As roxas, verdes, amarelas ..
-Quem é você?
-Você!
-Eu?
...
-O silêncio me devora, me diga quem é você?!
-Sou sua inspiração.
-Que bom que você voltou .. Senti sua falta.
Da próxima vez deixo a porta aberta ..
-Já estou indo!
-Não vá, fique .. ?
- ...
-Não me digas não, nem sim pra eu não ficar ansiosa .. Só fique em silêncio ..
Veja as borboletas .. São lindas não? ..


...

0 comentários:

Postar um comentário