terça-feira, 27 de dezembro de 2011

14:21

Ela Acreditava em Anjos

Eu conheci uma menina que acreditava em anjos.
Ela fechava os olhos e os enxergava.
Ela falava com eles a todo tempo.
Eu nunca os vi, mas ela sempre me dizia: "Eles estão aqui!"


Olha como o céu está cheio de alegria!
Ela me dizia.
Olha quanta magia cabe na palma de nossas mãos!
Ela insistia.
Olha como bate forte nossos corações juntos!
Ela vivia.




A guria me explicava com toda doçura como eram os anjos.
Me dizia sem muitas palavras complicadas suas graças.
Ela parecia voar com o vento quando falava deles.
Seus olhos viam além, muita além do que os meus.

Com o passar do tempo junto daquela guria, fui entendendo seu pequeno mundo.
Fui compreendendo como cabia tanta inocência em uma guria só.
Fui começando a enxerga-los também.
Até me pego falando com eles.

Entendi então que sempre vi anjos.
Sempre os tive por perto.
Mas precisou aquela guria entrar na minha vida para reconhece-los.
Precisei conhece-la, ama-la, para chama de meu anjo, minha amada.
Os anjos só existiam por causa dela.
Para que ela pudesse acreditar.

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

20:13

Perdas e Partidas

Perder?
Ninguém quer perder, mas perder e sofrer é inevitável.
Ninguém quer dizer adeus.
Ninguém quer dar o braço a torcer.


Perder?
Perder dói sim, e muito. Não estamos preparados nunca.
Pode até parecer, porém jamais se acostuma.
Perder machuca.


Partir?
Partir também dói, mas é necessário.
Partir sempre deixa um vazio.
Sempre deixa uma saudade.


Partir?
Só é ruim pra quem fica.
Só machuca quem chora.
E no final todos partiram.


A única certeza que tenho é que perderei sempre e que todos partiram ...
A gente até aprende a lidar com a perda, mas nunca se acostuma a viver com ela ..



domingo, 4 de dezembro de 2011

22:41

Quero Quente, Fervendo.

Quero quente, fervendo.
Quero forte e sem limites.
Quero que me tire do chão.
Que me faça paixão.
Quero rubro.
Quero tesão.

Quero indecência.
Quero expressão.
Quero palavra.
Quero palavrão.

Quero desejo, explosão.
Quero tudo e sem fronteiras.
Quero que me dê atenção.
Que me deixe sem chão.
Quero medo.
Quero solidão.

Quero o verbo.
Quero o certo.
E o errado também.
Quero acaso.
E destino meu bem.
Quero o ser.
Quero o estar.

Quero intensidade.
Quero insanidade.
Quero incondicionalmente.
Quero felicidade.


Porque meu querer é bem mais que vontade é direito de felicidade! 


domingo, 13 de novembro de 2011

22:00

Versando Versos

Fui pela noite a fora brincar de ser feliz e não voltar nunca mais ...




Entre pileques e cheques trocados eu fui.
Poesias em papeis toalhas.
Olhares e desolhares, fui versando uma noite que não teria fim.
Dei de mim além do copo a mais de cerveja o último beijo de boa noite.
Mais uma vez lá estava eu perdia entre versos.

Sentada sozinha na mesa versei versos que não me lembro mais.
Me arrependi de não ter uma caneta naquele momento.
Só me lembrei que já tinha passado por isso.
Não era uma noite incomum, era rotina.
Mesa de bar, cachaça e dilúvios imaginários.

Lá estava eu perdida mais uma vez, sem papel nem caneta.
Indubitavelmente já levemente alterada pela quantidade de álcool.
Um sorriso quase escancarado e uma certeza impossível.
Versos perdidos, copos e garrafas fazias.
Era assim que me vi pela última vez.

Me perdi virando a esquina.
Até hoje não me achei.
Não sei mais onde fui parar.
Se alguém me achar faz favor de avisar.
Só lembro de soluçar aquela canção ...

"One more time 
One more time
One more time
One more time ... "

.. Acho que isso era uma prece.



sábado, 12 de novembro de 2011

00:08

Fui trilhas e passagens

Percebi que fui restos de caminhos .. Fui trilhas e passagens .. Percorri meu próprio eu, para tentar chegar em quem eu realmente sou!


E fui caminhando por entre lembranças, coisas da vida que vi, vivi e senti, fui deixando aflorar o meu lado criança, pegando com a mão a ponta do giz. Me inclinei pra ver o sol, rodei em círculos até ficar tonta, ri de mim e logo depois chorei, chorei sem piedade das lágrimas que derramei. Era saudade, de uma vida, de um tempo que não volta mais.


Eu e o destino, nós dois no caminho, um cruzar de pernas e um largo sorriso. Me senti orgulhosa ao olhar para trás, "eu evolui!". Pensei eu. Mas e os restos de nós? Para onde vai? Onde ficam todos os restos? Com certeza perguntas boas para eu fazer assim que tiver meu encontro marcado. E o destino prega peças, e várias delas, me sinto mais abençoada em saber que delas sobrevivi. E tem como não se sentir assim? 


Me senti grata pela vida, e pelo vento forte que soprava, me senti forte, poderosa e amada. Estranhamente amada, era algo que eu havia pensado no momento em que o vento soprou. Sabe no que pensei? Nos risos, nos que causei e principalmente daqueles amigos que deixam marcas tão profundas que até a distância diminui só de falar! Agradeço por eles também.


Mas adiante vi meus sofrimentos todos espalhados pelo chão, mas de certa forma organizados. Resolvi que não ia ficar muito tempo, afinal é uma zona perigosa e dolorida. Só deu tempo de lembrar das pesadas e tristes,  por ali fiquei com o gosto amargo e um começo de choro por entre os dentes ... Segui em frente.
Me coloquei firme a andar por entre algumas borboletas, me faziam sentir cocegas no céu da boca. Mas uma coisas estranha. Percebi que estava entre minhas fragilidades, que embora pareçam poucas não era não. Eles vinham em bando, uma de cada cor, cada uma representava uma das minhas fragilidades. Percebi que foi no momento mais duro da caminhada, onde tive que ser forte é que elas estavam presentes.


Logo estava em um campo aberto, cheio de flores e animais, e também vi que havia uma estrada enorme pela frente, perguntei ao destino: " Ainda não terminou?".Não disse nada, apenas me apontou uma árvore, nela tinham fotos, fitas, sorrisos e palavras penduradas. Era minha árvore, meus frutos, minha vida. Foi então que me dei conta, lógico que o caminha não terminou, tenho muito que andar, tenho muito que plantar e colher, mas hoje é meu dia de celebrar, pois cheguei até aqui.




Isso tudo pra dizer que passei por coisas boas e ruins e apesar de tudo fui feliz, SOBREVIVI.

sexta-feira, 4 de novembro de 2011

14:19

Sinto

Hoje eu acordei como a maior saudade de todas.
Alias fui dormir com ela.
Acho que temos uma caso estranho de amor.
Ela vem quando quer, mas sempre está por perto, pronta pra me pegar de jeito!
Um dia eu pego ela …



Descarada essa saudade, ela me toma por inteiro.
Me vira de ponta cabeça.
Me tira o medo de amar, me tira o sono, a paz e a culpa.
Ela me domina, se torna meu desejo insaciável, meu defeito mais sublime.
Um dia eu faço ela parar ...


Hoje ela me fez dançar mais uma vez.
Atirou-me em seus braços, pedindo abraços, beijos, cheiros e afagos.
Um sorriso em comum de um amigo distante.
Um carinho, um dengo, todo mundo juntinho de novo.
Aii saudade que não tem fim ...




... Acho que em vez de virgula minha vida usa saudade como pausa para respirar.



[Gostaria de dedicar aos meus pedacinhos de mim que estão espalhados.]

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

16:36

"O post é voz que vos libertará!"

Aprendemos a calar por educação e morremos pelo silêncio da boa e opressão do coração.
O silêncio só é bom se dele brotam poesias, expressões e alegrias, do contrario o calar-se é sofre por invalidez.
Se falo, é porque quero ser ouvida, se escrevo, é porque quero ser lida, falo consciente, vou até as últimas consequências.

Não gosto de me calar, não fui feita pra me esconder, nasci pra me mostrar, pra ser e estar.
Ai daquele que de mim roubar a voz!
Não vou ficar quieta não, não ligo para o que vão falar, respeito toda forma de expressão.
Ai daquele que ousar me censurar!

Se não gosta do que escrevo, não leia.
Se não gosta do que digo, não escute.
Se não gosta do que vê, mude!

O calar é o grande mal da nação, é o medo e a vergonha do pecado original. A árvore sem frutos.
Não deixem que te calem, não perca sua felicidade, não deixe que te amordacem, grite forte!
Não se deixe enganar, sua voz tem valor, seu jeito de falar tem força.
Não deixe que te roubem toda liberdade.
Não desista.
Não se cale.
Não se cale jamais.




segunda-feira, 10 de outubro de 2011

21:53

Canção de Nós

Nós vamos dando nós, que são laços e abraços apertados.
Nós que somos nós.
Nós que ceram punhos. 
Nós que são mais que correntes.
Nós que somos vaidade.
Nós de liberdade.
Nós de coração, que geram paixão.
Nós de luta, de paz inquieta.
Nós de palavras mal faladas.
Nós de gestos que se completam.
Nós de uma vida singela.
Nós que a morte gera.
Nós em gargantas aflitas.
Nós de mãos dadas ao por do sol.
Nós que são a canção.
Nós que são mais que nós.
Nós que a gente faz.
Nós que vamos dando.
Nós que a vida vai gerando.






quarta-feira, 28 de setembro de 2011

09:51

‎". Os incomodados que mudem o mundo ."

E assim começa minha luta:


Caminhando descobri que o mundo é pequeno.
Sonhando aprendi que o mundo é grande de mais para nós.
Foi sendo assim que aqui cheguei.
Desbravei meus medos e ganhei a batalha do meu coração.


Fui mais além das minha fronteiras, venci reis, perdi para mendigos.
Admirei o por do sol, cantei aquela canção do adeus.
Dancei para os deuses.


Fui venerado e humilhado.
Amei e odiei por uns instantes.
Dei de mim aquilo que era precioso .. O Tempo.


Não deixei de lutar se quer um dia.
Mesmo na dor eu caminhei.
As vezes cansado, perdi a fé, mas não desisti.


A descoberta da vida é admirável.
O aprendizado da morte é necessário.
E isso constrói o que somos.


Somos todos feito de vida e morte.
Nós somos feitos do mesmo material: Fé, ilusões e sonhos.
E é por isso que sagrar é algo natural.


Somos os donos do nosso destino.
Temos sede de mudança.
Não queremos nos acomodar com o que incomoda!


Fui metade de mim quando deixe de gritar.
E fui pleno quando me entreguei a luta!
Me incomodei e fui atras da mudança.


E assim continua a minha luta ...




terça-feira, 13 de setembro de 2011

15:05

A Encantadora da Vida


Queria deixar que corra o rio, que se faça frio dentro de mim ...
Queria que as canções tocasse e a gaita chorasse todo meu desamor.

Fui rainha de guerras.
Beija-flor de canções.
Umas vezes donzela outras á desabrochar ...

Queria que o mundo coubesse no meu coração.
Queria que boca felasse coisas do coração.

Tão pequena que miúda foi a dor.
Tão deserta que na seca foi amor.
Parti sozinha mais uma vez para lutar por meu amor.

Queria que não soube ler, nem escrever,
Pra não ter que escrever nessas linhas mal traçadas o que é viver.
Solitária e fria, amarga mais sabida.
Pelo menos por uma poesia sei que fui feliz do resto da vida não sei ainda não escrevi.


sexta-feira, 9 de setembro de 2011

10:04

Esvaziou-se

Silêncio ..
Desejo e paixão.
Passos leves corpo nu.
Ela passeia pela casa sem pudor.
Sussurros e palavras ao vento.
Corpo quente.
Mãos geladas ..
Frio.


Castigo ..
Deixei a janela aberta.
Nem sinal de sorte, nem sinal de amor.
Apenas espaço.
Vazio.
Solidão.


Olhos fixos ..
Coração disparado.
Medo.
Pouco tempo para ficar.
E em pouco tempo já parti.
Sou assim, sem lar.
Vento forte a soprar.











terça-feira, 30 de agosto de 2011

22:38

. Saudades Eternas .

Já perdi muito.
Já ganhei sem merecer.
Já me deixaram.
Já me acharam perdida por ai.


Sinto falta de risadas, abraços e pessoas que nunca vi.
Sinto falta de conversas demoradas.
Da breja gelada no bar de esquina.
Da falta de assunto e olhares cúmplices.


Já fui e deixei ir.
Já partilhei e deixei comungar.
Já fui vela e oração.
Já perdi pedaços de meu coração.


Sinto por não ter dito.
Sinto por dizer aquilo que penso.
Da verdade que quis dizer e nunca disse.
Da mentira que contei pra nos livrar.


São tantas histórias que eu precisaria de uma imensidão de livros para conta-las.
São tantas marcas e tantas coisas que ficaram num passado que a falta é quase sempre.
Uma presente ausência uma falta de tudo, uma falta de compreensão.
Quero tudo de volta quero tudo agora.
E ao mesmo tempo não quero nada.


Sinto por não saber dizer adeus.
Sinto por eu sempre querer mudar.
Da falta de paciência.
Da vontade de nunca mais sentir saudades .. Saudades eternas das minhas joias espalhadas por ai.

domingo, 28 de agosto de 2011

19:59

. Céu de Utopias .

-Boas noites de céu limpo, inicio de lua no quarto crescente e de muita poesia no ar...
Céu de utopia!

-Céu de esperança .. E bons ventos para nós!

-Meu sonho é sagrado e livre. Não zombe e nem o machuque. 
Nele está o desejo de tua felicidade e alegria!

-És belo seu sonho, jamais zombarei e nem o machucarei, cuidarei para que sonhes sempre e que assim sejas feliz!

-Que o belo seja sua luta, teus desejos a minha paixão e o sol da liberdade nosso guia!

- Que bela seja nossa luta, nosso caminhar e a liberdade de poder canta que a vida ... 

É bonita, é bonita e é bonita!





[ Mais uma poesia de outras tantas que virão em companhia de Rafael De Oliveira Silva. ]


domingo, 14 de agosto de 2011

14:07

. Ele quem me ensinou o que significa a palavra PAI .

Quem me ensinou a ser o que sou,
Quem me deu a mão.
Quem cantou para eu dormir,
Quem me chamou de filha.


Quem me ensinou o valor da vida,
Quem me ensinou política.
Quem contou histórias de vida,
Quem me falou de revolução.


Quem me abraçou quando precisei,
Quem me fez rir.
Quem ficou longe de mim,
Quem me deixou com saudade pela primeira vez.


Aquele que sempre me irrita, mas sempre me diz te amo .. 
Aquele que me disse que lutar é a única saída .. 
Aquele que marcou minha vida com gestos de simplicidade ..
Aquele que já me mandou ir embora de casa, mas nunca me deixou partir ..
Aquele que me ensinou o que significa a palavra Pai ..


Pai te amo incondicionalmente .. Para toda a minha vida! 





(Homenagem ao meu pai Alcides Ortega, o cara que me ensinou tudo aquilo que eu levo pra vida.)

segunda-feira, 8 de agosto de 2011

13:31

Nosso Canto e Encanto ...


Dos passos que nos trouxeram até aqui, a boca entreaberta de admiração. Juventude, emoção, dedicação. Eu vi mais uma vez com meus olhos o inacreditável mundo da descoberta, o ciclo da vida, uma inspiração pra alma. De danças, cantos, expressões. De lugares de tão longe de tão perto, juntos da Neguinha comemorar a vida e as lutas das Marias, mulheres de todos dias. Embelezar o que com tristeza se foi pra nascer flor justiça e amor. Caminhando em baixo de um sol forte, sem desanimar, com grito na gargata, com fé e esperança jovens caminham rumo a mudança. 
A cada passo que se dava uma descoberta, um sorriso, um abraço, um encontro, um reencontro ... Uma saudade!


Com bandeiras e gestos de paz e amor, mais uma vez nós caminhamos, momentos felizes, de alegria e descontração. Todos juntos seguindo a canção.
Dançamos pelo dia da vitória.
Cantamos pelo dia que irá chegar onde todos serão respeitados.
Pelos direitos da mulher nós gritamos.
Pela vida da juventude nós lutamos.
Eramos 8.000, eramos multidão.
Encantador os olhos, admirável ao coração.
O manto azul nos cobriu por todo este caminho.
Sem duvidas um dia para não se esquecer.
Falo com saudades e esperança de nos rever!
A juventude mais uma vez me fez chorar e sorrir.
Um canto que ecou e permanece em meu coração.
Sou PJ até morrer!


(17ª Romaria da Juventude 07/08/2011 Araras-SP realização PJ Sul1)


quarta-feira, 3 de agosto de 2011

16:46

Frases de Efeito de Uma Jovem Revoltada.

É eu não tenho muitas papas na língua .. Falo mesmo, mesmo que isso seja ruim .. Prefiro ser direta! Numa briga as pessoas sempre tem o costume de descerem o nível e ofender as pessoas .. Isso só prova o quão são idiotas! Me ofenda que eu te dou em troca meu silêncio ou minha replica eloquente e sarcástica!


Se vai tirar satisfação comigo chega com um argumento, porque argumento conta muito para uma redação e quem sabe você tira um 10 e me faz cala a boca! Acho tão engraçado quando as pessoas falam de julgamento mas não olham o próprio umbigo !


As pessoas não pensam antes de me criticar então pra que pensar também ... Não é egocentrismo é saber do que se trata e fazer/falar mesmo assim .. Não me acho porque já estou perdida mesmo!!
Certas coisas são todas questão de insanidade!


Um dia vou ser conhecida por minhas palavras...


Sim eu me incomodo com tantas mortes .. As do passado, as dos presente e as do futuro!!
Não posso deixar que me tirem os sonhos, sou jovem e quero viver!
Tenho algo em mim que é grandioso, tenho vida, tenho paz e amor e quero compartilhar!
Quero aproveitar minha juventude ... Vou me doar por inteiro pela causa do amor ... Eu quero amar!
Quero ser aquilo que sinto, que sou, não posso deixar que me impeçam de lutar ... Tenho que gritar!


Eu to acordada pra vida, e me preocupo com a situação do mundo. Talvez seja por isso que estou acordada .. Não consigo dormir! O que a gente não pode fazer nunca, é desistir, porque a vida não é fácil, ninguém falou que seria, então há de se viver com coragem!!


O que é o poder senão uma coisa que te corroí por dentro e te transforma num robô de outros poderosos .. Pensa Nisso! 
Lutar por nossos direitos também é um direto!
Eu tenho minhas lutas é nelas que eu vivo plenamente .. O resto são só coisas ..


Enfim eu assumo os meus BO's .. E você o que esta fazendo a não ser se esconder atrás desse rostinho bonito!?


Eu sou assim .. Não tem muita explicação, uma metamorfose ambulante.


Se não me conhece chega junto que eu te mostro quem realmente eu sou .. O resto é lenda!!





terça-feira, 2 de agosto de 2011

14:50

O Quarto

Na solidão de um quarto vazio.
Tudo passa em minha mente.
Tudo é medo.
Nada é cedo.
Apenas silêncio.

Nas minhas costas trago uma luta.
Todas aquelas utopias juntas.
Todos os sonhos.
Todas as esperanças.
Me encho de paz.

Na imensidão me identifico.
Toda fé no amanhã.
Tenho em mim uma exclamação.
Tirar de tudo isso algo bom.

domingo, 24 de julho de 2011

23:27

Mais uma Missão Cumprida ..

"Antes que eu te formasse dentro do seio de tua mãe,
Antes que tu nascesses, te conhecia e te consagrei.Para ser meu profeta entre as nações eu te escolhi,Irás onde te envio e o que te mando proclamarás!"

Sonhos existem para serem sonhados e nessa missão ousamos sonhar, ousamos dar a cara a tapa.
De porta em porta, com um sorriso no rosto, com palmas nas mãos, falamos de Deus.
E encontramos Deus no irmão!
Entramos em quase todas as casas e conseguimos cumprir nossa meta no sábado.
Com muito gosto festejamos e caminhamos para que todos sentissem o mesmo que sentimos.
O Amor.


"Não temas arriscar-te, porque contigo eu estarei,
Não temas anunciar-me, em tua boca eu falarei.
Entrego-te meu povo, vai arrancar e derrubar,
Para edificar, destruirás e plantarás!"

Sim jovens, sim corajosos.
Aceitamos esse chamado e fomos a luta.
Arriscamos, nos unimos, não importava cor, credo, nós batemos e fomos atendidos.
Com grande sentimento de acolhimento, calma, paz.
Eram famílias com muito a dizer eram famílias que precisavam falar.
Ouvimos e aprendemos.

"Deixa os teus irmãos, deixa teu pai e tua mãe,
Deixa a tua casa, porque a terra gritando está.Nada tragas contigo, pois a teu lado estarei;É hora de lutar, porque meu povo sofrendo está."

Ah e as famílias, tão dedicadas, tão carinhosas, tão delícias.
Bom pelo menos a minha ...
Foi tudo tão mágico, perfeito.
Deus planejou a descoberta para cada missionário.
Ganhamos uma nova família, ganhamos mais uma saudade.
Lutamos e mostramos a que viemos.
Quero reafirmar o que sempre digo.
PJ não é só oba oba, tem trabalho, tem luta e tem ação.
E eu acredito na mudança eu acredito que sonhos se realizam.

Enfim, tenho que agradecer a cada um que sonhou, planejou e realizou essa missão.
Agradecer as famílias que nos acolheram e as que nos atenderam.
Ser missionário é um desafio mas um desfio que eu não vivo sem!!

"Tenho que gritar, tenho que arriscar,
Ai de mim se não o faço!Como escapar de ti, como calar,Se tua voz arde em meu peito?Tenho que andar, tenho que lutar,Ai de mim se não o faço!Como escapar de ti, como calar,Se tua voz arde em meu peito?"





(12ª Missão Jovem em Brigadeiro Tobias - Sorocaba - SP dias 22, 23 e 24 de Julho de 2011)