terça-feira, 22 de março de 2011

02:32

Carta Final.

    Eu sei que vou sofrer muito para te tirar do meu coração, sei que eu morrerei a cada dia pensando que você não é meu, te imaginando com outras que não te darão o que você merece, que serão como o vento que passou, que não vão cuidar de você como eu, que não vão te dar o que eu posso te dar. Mas também não vou ficar esperando você se decidir, você me descobrir e me amar de verdade; Não vou esperar por alguém que não virá!
    Hoje eu sinto que você, já está indo embora daqui, do meu coração, mas vai deixar uma marca indelével, pois você foi e é algo muito especial para mim. Creio que isso é minha despedida de você, pois não vou te esquecer nem que eu queira, mas é preciso partir, é preciso seguir. Uma coisa espero que fique de mim em você, meu sorriso, meu olhar e meus medos, porque esses foram seus enquanto permaneci com você e desejo que continue, pois foi o melhor de mim por um tempo.
    Hoje te olho com outro olhar, não menos que antes, mas mais que ontem e menos que amanhã! Porque você foi inicio, meio e será Fim!!

PS.: Te Doluh ... E porque não dizer Te Amo!



*Dedico a todas as Mulheres que ousaram e ousam amar.


[Essa é uma carta que nunca tive a pretensão ou intenção de entregar, mas que escrevi para enterra esse sentimento tão imaturo, porém tão sublime que vivi dentro de uma amizade, que nunca se tornou realidade por medo de ambos. Mas decide posta-la aqui por conta de ouvir e ler muitas mulheres em busca de apagar de suas vidas paixões mal resolvidas. Com certeza isso não serve como ajuda, mas é como eu sai e segui em frente. Por isso mantive ela da forma que escrevi na época, passional e determinada, mudando apenas alguns erros de gramática. Fui dona da minha história e escolhi sobreviver!]




(Escrito originalmente no dia 19/03/2010 ás 01:00)

0 comentários:

Postar um comentário