sábado, 2 de abril de 2011

01:48

Madrugada

Loucuras da madrugada .. 

Ah madrugada, quem és tu? Divina ou a louca desventura dos amantes sonhadores????

 .. Um mistério à todos nós, daqueles que dá gosto de desvendar! 

A noite é uma mulher, misteriosa e que tem que se desvendada com amor e respeito, se não ela te fere mortalmente! 

Ela não aprendeu a perdoar, devora os corações de quem a magoar .. Fatal e Mortal, sim é ela a Madrugada!

Madrugada te faz sonha ao mesmo tempo. Rima de sonhos que não se faz. corações ardentes, frio na alma...mas apaixonante!

Aquece o coração dos loucos, e deixa um gosto amargo nos apaixonados, porque depois da madrugada vem a manhã seguinte .. 

E o dia chega sem sonho ou ilusão. Real, verdadeiro, triste. E espera a madrugada volta com a lua a iluminar...e a sonhar!

Sonhar como os bobos, iludir-se com estrelas e farrear como as crianças nas férias: sem responsabilidade e sem hora para acordar.

 Ah.... choro porque sei que tu é abstrata ... porque o meu amor nunca irei ter, porque ela se foi. E só você, lua amante tenho!

A lua é dúbia, e sabe mentir .. Usa da luz que não tem para enamorar os apaixonados, é dai que a poesia vem ..




[Dois pontos de vista sobre a madrugada de um lado a loucura do outro a paixão.
Escrito por Rafael de Oliveira & Bianca Ortega em uma madrugada aí .. ]

0 comentários:

Postar um comentário