terça-feira, 17 de maio de 2011

21:57

.Liberdade.

Minhas mãos não estão vazias.
Meu coração continua quente.
O meu sangue ainda é vermelho.
A minha luta ainda é minha.


Minhas mãos não estão presas.
Meu coração não está vazio.
E o meu sangue corre nas veias.
E minha luta grita nas ruas.


Eu luto noite e dia.
Eu luto até morrer.
Eu luto...
Libertar ... Conhecer .. Acontecer.
Lutar ... Essa é minha sina. 

0 comentários:

Postar um comentário