terça-feira, 2 de agosto de 2011

14:50

O Quarto

Na solidão de um quarto vazio.
Tudo passa em minha mente.
Tudo é medo.
Nada é cedo.
Apenas silêncio.

Nas minhas costas trago uma luta.
Todas aquelas utopias juntas.
Todos os sonhos.
Todas as esperanças.
Me encho de paz.

Na imensidão me identifico.
Toda fé no amanhã.
Tenho em mim uma exclamação.
Tirar de tudo isso algo bom.

0 comentários:

Postar um comentário