sexta-feira, 9 de setembro de 2011

10:04

Esvaziou-se

Silêncio ..
Desejo e paixão.
Passos leves corpo nu.
Ela passeia pela casa sem pudor.
Sussurros e palavras ao vento.
Corpo quente.
Mãos geladas ..
Frio.


Castigo ..
Deixei a janela aberta.
Nem sinal de sorte, nem sinal de amor.
Apenas espaço.
Vazio.
Solidão.


Olhos fixos ..
Coração disparado.
Medo.
Pouco tempo para ficar.
E em pouco tempo já parti.
Sou assim, sem lar.
Vento forte a soprar.











0 comentários:

Postar um comentário