quarta-feira, 28 de setembro de 2011

09:51

‎". Os incomodados que mudem o mundo ."

E assim começa minha luta:


Caminhando descobri que o mundo é pequeno.
Sonhando aprendi que o mundo é grande de mais para nós.
Foi sendo assim que aqui cheguei.
Desbravei meus medos e ganhei a batalha do meu coração.


Fui mais além das minha fronteiras, venci reis, perdi para mendigos.
Admirei o por do sol, cantei aquela canção do adeus.
Dancei para os deuses.


Fui venerado e humilhado.
Amei e odiei por uns instantes.
Dei de mim aquilo que era precioso .. O Tempo.


Não deixei de lutar se quer um dia.
Mesmo na dor eu caminhei.
As vezes cansado, perdi a fé, mas não desisti.


A descoberta da vida é admirável.
O aprendizado da morte é necessário.
E isso constrói o que somos.


Somos todos feito de vida e morte.
Nós somos feitos do mesmo material: Fé, ilusões e sonhos.
E é por isso que sagrar é algo natural.


Somos os donos do nosso destino.
Temos sede de mudança.
Não queremos nos acomodar com o que incomoda!


Fui metade de mim quando deixe de gritar.
E fui pleno quando me entreguei a luta!
Me incomodei e fui atras da mudança.


E assim continua a minha luta ...




0 comentários:

Postar um comentário