sexta-feira, 23 de agosto de 2013

11:08

Renuncia.

Eu sou o problema.
Assumo. Afirmo.
A renuncia.
A tortura.
Sou a curva fatal.

Eu sou o erro.
Errada. Errante.
A pressa.
A pedra no meio do caminho.
Sou a angústia.

Eu sou o destino certo.
O acaso não há.
A solidão.
A maldição.
Sou a gripe sem antibiótico.

Eu sou a perda.
Perdição. Perdida.
O orgulho.
O medo.
Sou o até nunca mais.

Fui onde não vais.
Sou de quem não és.
Conheço o que ainda vais conhecer.
E assim vou.
E assim já fui.
Fui... Parti... Partiu!


[Poesia inspirada na Obra de Fernando Sabino, O Encontro Marcado.]

0 comentários:

Postar um comentário