sexta-feira, 14 de março de 2014

16:05

Poesia nua e crua.

Poesia,
Que me ilumina
Que me inspira
Que me reflete.

Poesia,
Que me salva
Que me liberta
Que me desperta

Poesia que me toma
A forma
O gesto
A expressão.

Me cobre com teu fel.
Me reveste de mel.
Sonda e caminha.
Me ensina o caminho da vida.
Me faz amar.

Rega-me natural,
Cresce-me solta,
Revolta de sol, estrelas e luas mil.
Inunda-me.
Lança-me sobre teu corpo hostil.

Poesia, oh doce amada!
Orgásmica paixão.
Sonho dos sonhos mais loucos.
Arrebata-me!

Poesia,
Que me alimenta
Que me sustenta
Que me contempla.

Poesia,
Que me violenta
Que me mata
Que me dá vida.

0 comentários:

Postar um comentário